Tecnologias Sociais

Home / Nosso Fazer / Tecnologias Sociais

 

É um forte aliado na manutenção e atualização da memória cultural de suas comunidades e seus povos, bem como a manifestação do direito de brincar na infância. A tecnologia que prevê o engajamento cultural, de famílias e comunidade para um olhar sensível a História construída por todos os antepassados e que influencia na vivência e História atual. É uma maneira de trazer presente a reflexão e o desenvolvimento crítico, quanto as faces de todos os contextos.

 

Tem por objetivo capacitar voluntários – pais, mães e jovens – chamados de Animadores Comunitários, de forma participativa e por meio de vivências, procurando maximizar o potencial de liderança para atuarem em suas comunidades. Os animadores são pessoas que se dedicam a ajudar voluntariamente outras famílias, tornando-se agentes de transformação à medida que contribuem para a construção de uma comunidade melhor para se viver.

 

 

 

Ajuda as crianças e adolescentes a pensar de forma crítica sobre direitos e deveres, bem como a obter conhecimentos financeiros e capacidades que lhes permitam fazer melhor uso dos recursos. A educação social lhes ensina cidadania responsável – os fazendo sentir a necessidade de conhecer e de se envolverem nas questões sociais que os afetam. A educação financeira lhes fornece instrumentos de poupança, orçamentos e participação em empreendimentos. O Aflatoun para crianças dos 6 aos 14 anos e Aflateen para jovens de 15 a 18 anos.

 

Grupo de oportunidades locais e desenvolvimento, busca soluções para superar a pobreza por meio da solidariedade, trocas de experiências, mobilização social e desenvolvimento de negócios. Pessoas que se conhecem e veem de um meio econômico semelhante formam grupos que poupam dinheiro juntos e podem realizar pequenos empréstimos a partir dessas poupanças.

Tem o objetivo de formar jovens para que possam monitorar políticas e serviços públicos. Por meio de oficinas, debates, seminários, encontros e reuniões, ela trabalha o empoderamento de jovens e adolescentes para promover participação cidadã e protagonismo juvenil

Por meio da fotografia social proporciona ao jovem redimensionar o olhar para todos os contextos comunitários e a partir de suas lentes, refletirem sobre a realidade. Impulsionando uma visão crítico social da realidade vivida na comunidade o que integra as boas práticas e soluções para os problemas locais.

A tecnologia Terapia Comunitária Integrativa (TCI), apresenta os pilares do pensamento sistêmico, teoria da comunicação, antropologia cultural, pensamento de Paulo Feire e a resiliência. É na roda de TCI, que os participantes se manifestam através da fala, apresentando suas situações limites, suas dores, preocupações que se repetem constantemente.

 

Trabalha o desenvolvimento pessoal por meio de 5 pilares: boxe e artes marciais, educação, acesso ao trabalho, suporte social e liderança juvenil. Para adolescentes e jovens em situação de risco social.

O impacto direto da tecnologia na vida das crianças e das famílias, especialmente pela abordagem direta na relação estabelecida da criança para com seu corpo, os cuidados e consciência quanto as violações a que poderão estar expostas e a tomada de decisões de comunicar qual quer situação de violação.

Os mecanismos de proteção à criança, adolescente e jovem em nível comunitário, são redes ou grupos de indivíduos em nível comunitário que trabalham de maneira coordenada nos objetivos de proteção de crianças, adolescentes e jovens. Todas as iniciativas são planejadas de forma participativa envolvendo os atores sociais da comunidade para promover um ambiente mais favorável a proteção da criança, o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, o estabelecimento de ações de vigilância, coordenação, resposta e prevenção.

 

A Rede de Juventude em Defesa de seus Direitos Sociais (REJUDES) é uma iniciativa do ChildFund Brasil, em que sua proposta é mobilizar jovens dos projetos executados pelas Organizações Sociais Parceiras do ChildFund Brasil, a participarem de atividades que fortaleçam suas vivências em sociedade, trabalhando os pilares: desenvolvimento pessoal, sociopolítico e holístico, além de ser guiado pelo Estatuto da Juventude (Lei 12.852/2013).

 

Sua contribuição faz a diferença!

Aqui você poderá doar qualquer valor e apoiar nossos projetos.

A Instituição

Imaginem crianças, adolescentes e jovens, vivendo em situação de inclusão social, tendo seus direitos garantidos e livres de todas as formas de violência e violações de direitos? A AUPP investe tempo, energia, e recursos, na direção da construção desse sonho. Para a nós, as transformações sociais são possíveis, pois há uma construção de pautas, focada nos coletivos (crianças, adolescentes, jovens, famílias e idosos) alinhada a missão, visão e valores da instituição, que inclui a participação ativa de todos(as), para as tomadas de decisões.

© 2020 Associação Unidos Para o Progresso